SINTIMEX \ Noticias

Recomendações para a desinfeção do seu equipamento têxtil - KRATOS

Devido à crise da pandemia causada pelo COVID-19, muitos utilizadores de equipamentos Kratos perguntaram-nos sobre a forma correta de desinfetar os equipamentos têxteis. Aqui estão as recomendações básicas que precisam de saber. 

Recomendamos que sigam sempre as instruções indicadas no manual de instruções do utilizador de cada produto:  

Exemplo para Arnês: "Limpe-o com água e sabão, limpe-o com um pano seco e pendure-o num local bem arejado, para o deixar secar naturalmente e longe de uma chama ou fonte de calor; siga o mesmo procedimento para componentes que se tenham molhado durante a utilização. As partes metálicas devem ser limpas com um pano impregnado com óleo de parafina. Nunca utilize lixívia ou detergentes. O arnês deve ser armazenado na sua embalagem num local com temperatura o mais amena possível, seco e ventilado, protegido da luz solar, do calor e dos produtos químicos". 

 

Adicionalmente: 
1. Lave manualmente o seu equipamento a 30°C/35°C, durante alguns minutos e proceda ao enxaguamento logo de seguida. Depois retire a água extra e deixe-a secar naturalmente. Não minimize o período de secagem, pode ser longo e depender das condições meteorológicas (humidade, temperatura, etc.); 
2. A lavagem a temperatura quente, mesmo a 65°C (como recomendado para COVID-19) pode tornar as fitas, cordas, peças de plástico, placas de identificação mais macias e depois levar à deformação; 
3. Métodos de desinfeção hospitalar envolvendo temperaturas muito baixas ou muito altas e utilizando lixívia ou produtos químicos danificariam as fibras têxteis, bem como os elementos plásticos. Não podemos recomendar estes métodos para os equipamentos KRATOS SAFETY; 
4. Os produtos à base de álcool para desinfeção são proibidos.

 

Ao receber um novo produto (ou quando não se sabe por quem foi usado), também recomendamos que aguarde 48h/72h antes de o usar ou utilizar novamente. Durante este período de "quarentena", deixe-o num local ventilado. Aproveitamos também para lembrar que, tal como indicado no nosso manual de instruções do utilizador, deve ser atribuído um arnês a cada utilizador. 

 Todas estas recomendações reduzirão em muito o risco de contaminação, mas é claro que não pode ser garantido a 100%.  

Por fim, gostaríamos de chamar a vossa atenção para o facto de, apesar do período atual, não deverem esquecer que, antes de cada utilização, um EPI deve ter uma inspeção visual por parte do utilizador (por favor, consultem o manual de instruções do utilizador). 

 

Fonte: Kratos

GALERIA DE FOTOS
Voltar