SINTIMEX \ Noticias

3M | Sabe quando trocar os filtros das suas máscaras?

O uso de filtros de proteção respiratória pode ser confuso e complicado, há várias perguntas e problemas comuns que surgem regularmente. A Sintimex, juntamente com a 3M, ajudam-no a esclarecer todas as dúvidas!

 

 

 

 

Meia Máscara Reutilizável 3M™ Secure Click™ Série HF-800

Compre AQUI a sua máscara!

 

Os filtros não duram para sempre e uma má utilização pode gerar problemas de saúde graves!

Um filtro de gás e vapor que tenha sido utilizado até à sua capacidade máxima, deixará de oferecer qualquer proteção.

Enquanto que, um filtro de partículas demasiado utilizado ainda o protegerá, mas irá causar-lhe dificuldades respiratórias, levando à fadiga e à redução da produtividade.

 

Que tipos de filtros existem?

Filtros de partículas: protegem apenas contra partículas, ou seja, poeira, vapores e fumaças, aerossóis, mofo, bactérias, etc.

Filtros para gases e vapores: protegem apenas contra gases e vapores. Existem diferentes tipos de filtros de gás e vapor para diferentes tipos de gases.

Filtros combinados: protegem contra partículas e gases. Diferentes combinações de filtros de gás, vapor e partículas são usadas dependendo do gás ou vapor no ar.

Porque é que se devem substituir filtros com regularidade?

Os filtros de partículas ficam obstruídos e tornam mais difícil a respiração. Filtros para gases e vapor começam a deixar passar contaminantes quando os seus absorvedores ficam saturados. Importante: A seleção do filtro deve ser feita por uma pessoa competente e com pleno conhecimento dos riscos respiratórios no local de trabalho. 

 

Quando devo trocar os filtros de partículas?

- A resistência à respiração é muito grande para o usuário (isso varia de pessoa para pessoa);

- O filtro tem algum dano físico;

- Torna-se anti higiénico, ou seja, o utilizador tossiu/espirrou e o interior está num estado inaceitável;

- Alguns locais de trabalho, por exemplo, ambientes de saúde, podem exigir a substituição de máscaras/filtros após cada uso, devido aos procedimentos de controle de infeção.

 

Existem situações em que os filtros de partículas não devem ser usados?

- Quando o nível de oxigénio ambiente forem > 19,5% uma vez que os filtros não geram oxigénio;

- Para a captura de gases ou vapores, é necessário um filtro de gás/vapor com classificação específica;

- Quando as concentrações de partículas poluentes no ar forem elevadas, ou seja, superiores ao permitido pela norma para esse tipo de dispositivo;

- Quando os regulamentos locais exigem o uso de outro tipo específico de equipamento para aplicações específicas.

 

Como funciona um filtro para gases e vapores orgânicos?

3M fabrica filtros de gás e vapor para ajudar a reduzir a exposição do utilizador. Para atingir esse objetivo, os filtros são preenchidos por um material chamado carvão ativado.

Quando gases e vapores passam por um filtro de vapor orgânico, o ar é filtrado à medida que os vapores se condensam nos poros do carbono. Os vapores movem-se através do filtro de um poro para o outro. Isso ocorre mais rapidamente para pequenos vapores voláteis com pontos de ebulição mais baixos (por exemplo, acetona).

O carvão ativado por si só não pode absorver outros tipos de gases ou vapores, como gases ácidos, amônia, formaldeído, etc. Em alguns casos, metais e sais adicionais são adicionados ao carbono para remover seletivamente esses compostos. Por esta razão, a 3M oferece uma variedade de filtros e peças faciais para ajudar a proteger os trabalhadores em diferentes ambientes e atender às preferências pessoais.

Alguma migração de vapores orgânicos pode ocorrer mesmo durante armazenamento e é por isso importante ter cuidados de proteção dos filtros entre utilizações (evitando que continuem expostos ao contaminante). A vida útil efetiva é o tempo até que os vapores comecem a sair do filtro.

A EN 14387 usa um sistema de classificação para identificar os diferentes tipos de contaminantes que esses grãos de carbono tratados capturam, por exemplo A, AX, B, E, K e Hg.

Os filtros 3M seguem este sistema de codificação e marcação de cores.

 

Fatores que influenciam a vida útil:

- Concentração de exposição;

- Temperatura;

- Humidade (o vapor de água ocupa o espaço poroso do carbono);

- Frequência respiratória;

- Classe de filtro (Os filtros para gases e vapores são classificados de acordo com sua capacidade absorvente. Ao aumentar a capacidade, as classificações são: Classe 1, 2 ou 3. Isso significa que podemos ter filtros do tipo A1 ou B2 ou multigás, como um A2B2E2K1.)

 

Quanto tempo duram os filtros de gás e vapor?

A vida útil (ou seja, quanto tempo funcionará) de qualquer filtro para gases e vapores é afetada por muitos fatores: concentração e natureza dos contaminantes, taxas respiratórias individuais, níveis de humidade, ventilação, temperatura, tipo de carbono, etc.

Ao contrário dos filtros de partículas, a vida útil não é indicada por alterações na resistência respiratória. Em vez disso, os filtros devem ser trocados de acordo com as normas internas (construção de um cronograma de uso) ou por irritação do contaminante (o trabalhador começa a sentir cheiro e sabor dentro da máscara).

 

Para obter uma estimativa da vida útil dos filtros de gás e vapor 3M, use o software indicador de vida útil 3M Shelf Life™ que permite o cálculo da vida útil estimada nas condições de trabalho aplicáveis.

 

Portanto, não há tempo específico e a frequência de substituição do produto varia de acordo com a tarefa, a situação e o contaminante. 

Cada local de trabalho é único e sua situação específica deve ser avaliada para determinar um cronograma de troca de filtro adequado.

 

Consulte o folheto 3M para saber mais ou contacte a nossa equipa comercial especializada: sintimex@sintimex.pt | 217 577 212

 

 

 

GALERIA DE FOTOS
Voltar